REVISTA

Exposição retrata a melancolia em espaços silenciosos

 
O pintor paulista Francsico Gonzalez inaugurou sua mostra, “O Lugar do Silêncio”, na Elf Galeria. O acervo é composto por 23 obras em acrílico sobre tela e está sendo exibido também em comemoração aos 40 anos de trabalho do artista. A abertura ocorreu no dia 07/11 e foi exclusiva para convidados. A partir desta segunda (09/11), a exposição fica aberta ao público até o dia 30/11. A entrada é franca.
 
Nas pinturas, algumas paisagens, objetos e lugares refletem o marasmo causado pela solidão. "Você sabe que alguém esteve ali, de passagem, porque há vestígios deixados no lugar", conta Gonzalez, que idealiza cenários silenciosos, esvaziados da presença humana. O pintor utiliza a técnica do hiper-realismo, reconhecida pela minúcia de detalhes. O gênero artístico é relativamente novo se comparado às outras vertentes tradicionais. Com inicio por volta dos anos 2000, o objetivo é captar ao máximo a realidade da imagem, dando profundidade e relatando tudo minuciosamente em quesitos como, por exemplo, iluminação.
 
 
Francisco Gonzalez nasceu na capital de São Paulo, em 1954, e lá vive e trabalha até hoje. No começo da década de 70, passou a frequentar cursos livres de arte e manter contato com artistas atuantes em uma forma de aprendizado e conhecimento. Trabalhou com pinturas para estamparia, artes gráficas e ilustrações para livros, e a partir de 1975, começou a participar de salões de arte pelo Brasil e dedicar-se integralmente à pintura.
 
Serviço:
Data: de 9 a 30/11/2015
Hora: de segunda a sexta-feira, de 14 às 19h e aos sábados, de 10 às 14h.
Local: Elf Galeria -  Av. Governador José Malcher, Passagem Bolonha, 60, Nazaré,
Informações: (91) 3224 085

Comentário