´╗┐´╗┐

REVISTA

Pedras como revestimentos


 
Os elementos naturais, de modo geral, dão um clima de rusticidade e aconchego na decoração de espaços. Nesse contexto, os revestimentos de pedras destacam-se com uma grande variedade de opções – naturais e artificiais -, que abrange todos os gostos e estilos. Para explicar sobre o tema, a equipe do site da Leal Moreira fez uma entrevista especial com as arquitetas Ana Claudia Peres e Andrea Riccio e com o arquiteto Manoel Corrêa Júnior. Confira: 
 
Leal Moreira: Quais as vantagens de utilizar pedras como revestimentos? 
 
Ana Claudia: Primeiramente, temos que analisar a utilização dos revestimentos de pedras. Como são resistentes, é interessante colocá-los em bancadas, pois são áreas de muitos impactos. 
Outra vantagem é que você tem a possibilidade de moldá-los do jeito que você quer e isso ajuda esteticamente em diversas aplicações.
Andrea: Hoje em dia temos diferentes tipos de acabamentos de pedras, com cores e texturas variadas, podendo fazer bancadas azul, amarela, laranja; fugindo um pouco do tradicional, que é o mármore e o granito. Isso dá a possibilidade de ousarmos mais na arquitetura. 


 
Leal Moreira: Quais as diferenças entre pedras naturais e artificiais?
 
Manoel: As pedras artificiais, como Silestone e Nanoglass, têm menos porosidade, riscam menos, não acumulam sujeiras com facilidade, são mais resistentes e duráveis. 
Mas, é claro, não podemos esquecer da beleza natural das outras pedras. Uma das suas vantagens é que elas suportam melhor o calor do que as artificiais. 
Atualmente tem opções para todos os gostos: para quem quer algo mais clássico ou mais moderno. É uma questão bem pessoal. 
 
Leal Moreira: Onde os revestimentos de pedras são mais aplicados? 
 
Andrea: Eles são mais utilizados em bancadas - de cozinhas e banheiros - e em soleiras. Usa-se também em detalhes de móveis, como em tampos de mesa. Têm também outras aplicações, como a pedra ônix, que pode ser iluminada - devido à sua transparência - e fica muito bonita. 
Com a evolução na oferta de porcelanatos, as pessoas não estão utilizando tanto revestimento de pedras naturais em pisos. 
Pode-se também optar por revestimentos em paredes, mas fica a critério do efeito estético desejado. 
 
Leal Moreira: Tem uma dica simples e prática para acertar na escolha do revestimento?
 
Ana Claudia: Sim, tem revestimentos que são clássicos e, se você escolhê-los, não tem como errar. O travertino, por exemplo, é bem antigo e até hoje muito utilizado. Com cores claras de fundo, é uma combinação maravilhosa e ficará sempre bonito. 
De maneira geral, utilizar bases neutras dá mais liberdade para você decorar a sua casa. 
 
Leal Moreira: Quais são as tendências para revestimentos de pedras?
 
Ana Claudia: Hoje a tendência são revestimentos que imitam pedras, como em HD e aqueles com aspectos naturais, foscos, com alguma rusticidade, com tons tipo de cimento queimado e pedra-sabão. 
 
Leal Moreira: O Silestone se encaixa nessa tendência, certo?
 
Manoel: Sim, ele se encaixa porque é uma pedra mais fosca. O legal é que ele pode ser esculpido - isso é ótimo, pois não fica com emendas – e você pode fazer a peça que quiser.  Além disso, é resistente a manchas, ácidos, riscos, impactos; tem proteção contra bactérias, gama de texturas e é feito com quartzo natural, que é o elemento responsável pela resistência. 
 
Leal Moreira: Quais são outros tipos de pedras que estão em alta? 
 
Andrea: Além do Silestone, o ônix, que eu falei anteriormente, é ótimo na decoração em bancadas e mesinhas, devido à beleza de ser translúcido. Esses dois são alguns dos principais. 
Na Casa Cor Pará deste ano, eu, a Ana Claudia e o Manoel teremos a oportunidade de aproveitar as tendências de revestimentos de pedras, pois iremos elaborar a varanda da Casa de Praia.

Comentário