´╗┐´╗┐

REVISTA

Longe de casa, mas conectado

Ao andar pelas ruas ou em um passeio por praças e shoppings sempre é possível encontrar pessoas entretidas com smartphones. Uma das utilidades que chamam atenção nestas simpáticas engenhocas é o acesso à internet.  Os números não mentem: o país fechou novembro com quase o dobro de aparelhos conectados à banda larga móvel 3G em comparação a 2010. O Brasil tem hoje 38,83 milhões de celulares com acesso à internet, de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Com uma nação cada vez mais conectada e com a proximidade do carnaval, mais uma dúvida paira sobre os novos usuários de smartphone. Conectar-se a internet durante a viagem pode custar caro? O fato é que acessar dados no celular também tem cobrança de roaming – tarifa para usar a linha fora da região.

Mas quem tem um smartphone quer usá-lo na viagem. Hoje, o celular se tornou um item indispensável para alguns turistas. O aparelho conectado à internet pode servir como mapa, GSP e guia de viagem.

Para o turista que for viajar pelo Brasil, a preocupação é menor. As maiores operadoras não cobram roaming para os clientes que já possuem um pacote de dados. Já os clientes pré-pago, que são maioria no Brasil (81,65%), encontram ainda mais vantagem dentro do país. Todas as operadoras oferecem pacotes diários de acesso à internet, sem cobrança de roaming.

No exterior, o preço é amargo. Entrar na web pode custar R$ 36 por MB – para ler cerca de 100 e-mails, por exemplo. Além disso, cliente pré-pago de algumas operadoras não tem a opção de acessar a internet no exterior. Vale lembrar que, antes de viajar, os usuários devem ligar para as operadoras para habilitar o serviço de roaming internacional ou comprar um dos pacotes disponíveis.

Dicas
Para não se surpreender no fim do mês, o cliente deve tomar algumas precauções. Aplicativos como o Facebook e o Gmail enviam alertas no celular que gastam dados de internet. Se o usuário for viajar, é indicado desativá-los. Também é possível desligar o roaming internacional. Assim, quando chegar a um novo país, o aparelho não irá se conectar a internet automaticamente, apenas dentro do Brasil.

Outra dica é deixar o smartphone o tempo todo no “Modo Avião”. Desta forma, ele ficará bloqueado para receber ligações e acessar a web. Nesta época de férias, também é bom ficar atento para as promoções, pois as operadoras lançam preços especiais em períodos de maior procura pelo serviço.

Internet sem fio gratuita em lugares públicos também ajuda a economizar. Muitos países já contam com pontos wi-fi em praças, por exemplo. Além disso, alguns restaurantes, cafés, shoppings e hotéis disponibilizam sinal wireless para os clientes.

(fonte: g1.com.br/tecnologia)


Comentário