´╗┐´╗┐

REVISTA

Feira do Vinil

Os amantes da música têm encontro marcado na Estação das Docas. No próximo dia 26, o espaço recebe a terceira edição da Feira do Vinil, realizada pela OS Pará 2000 - que administra o complexo - em parceira com a Ná Figueredo. Os colecionadores dos “bolachões” vão poder encontrar mais de mil títulos à venda.


O acervo desta edição da Feira do Vinil é do jornalista Edgar Proença. A ideia da iniciativa de comercialização é promover a Vinyl Culture – já que o mercado acompanha o retorno, cada vez maior, dos discos long plays. As feiras que comercializam vinis são comuns em grandes centros urbanos do país, como Rio de Janeiro e São Paulo. E, pela terceira vez, Belém recebe sua edição do evento.


A coleção de Edgar Proença tem opções musicais para todos os gostos: rock, MPB, pop, entre outros. A comercialização ocorrerá no hall dos elevadores do Armazém 1 - local que vai receber mais de mil bolachões, para encantar os amantes de música. A gerente de marketing, comunicação e cultura da OS Pará 2000 Isa Arnour comenta a importância do evento: “os vinis estão retornando e invadindo o mercado musical, e é preciso ficar atento a essa manifestação. A Estação das Docas é um local que busca fomentar a cultura de modo geral. Por isso, vamos promover novamente a Feira do Vinil”.


Quem realiza a programação também acredita que o complexo turístico é um ótimo lugar para receber o evento. É o que afirma o coordenador da Feira do Vinil, André Leão. “A Estação é um local que já possui um público fiel. Mesmo as pessoas que não forem ao local especificamente para a Feira vão poder conferir os vinis. O evento também dialoga com o objetivo do espaço, que é promover a cultura de modo geral”, conta.
Se tem público para isso? Sem dúvida. André acredita que “o vinil, apesar das diversas cópias de uma mesma tiragem, ainda desperta um fetiche ao audiófilo. Este mesmo audiófilo procura os melhores sistemas de som para o seu benefício pessoal e procura discutir isso com outras pessoas, espraiando essa ideia”. A programação é gratuita e vai das 11h às 19h.


A Revista Leal Moreira já trouxe matéria sobre a retomada do vinil na edição 39. Leia a reportagem de Leonardo Aquino AQUI.
 
Serviço:


“III Feira do Vinil”
Domingo, 26 de janeiro, das 11h às 19h, no Mezanino do Armazém 1, na Estação das Docas. (Av. Boulevard Castilhos França, s/nº - Campina).
Informações: (91) 3212.5525
Entrada gratuita


Comentário